"Se não estás prevenido ante os meios de comunicação, te farão amar o opressor e odiar o oprimido" Malcom X

domingo, 12 de março de 2006

Ainda de luto


Como você reagiria se encontrasse seu animal de estimação com um tiro no peito agonizando em seus últimos instantes com hemorragia por ter tido vários órgãos atingidos no trajeto da bala? O que você sentiria se já tivesse sido baleado um dia e escapado e soubesse que havia corrido esse risco novamente se seu bichinho não tivesse percebido o perigo e tentado te proteger? Claro, existem pessoas que não gostam de animais, ou que talvez não se importassem tanto porque, afinal, era apenas um animal... Mas eu ainda não consigo acreditar que isso aconteceu... porque para mim, meus animais não são "apenas animais", eles são meus amigos.
Somos vítimas do atrito social que acontece todas as vezes em que o Estado se ausenta, que as políticas públicas são esquecidas. Até quando sobreviveremos à nós mesmos? Poderia ter sido comigo, mas era apenas um animal. Então, tudo bem. Os animais são para isso mesmo, cães de guarda, anjos da guarda, protetores, entram na frente do tiro fatal para defender o território e os donos. O amor dele por você é inabalável, a morte inexorável. Você faria o mesmo? Entraria na frente para defender seu animal? Como agradecer à alguém que já se foi? Estou de luto por nós, por esta sociedade cruel em que crianças, animais, mulheres, são vítimas de maus-tratos e violência gratuitas, onde as pessoas escolheram as armas, onde o racismo está na ordem do dia, onde o desrespeito impera. De quem é a culpa?

Postar um comentário

Feed do Substantivu Commune

Siga-nos por E-mail