"Se não estás prevenido ante os meios de comunicação, te farão amar o opressor e odiar o oprimido" Malcom X

quarta-feira, 13 de dezembro de 2006

GDF amanhece parado

O GDF amanheceu parado. Em função do contrato entre a CODEPLAN e a Linknet cessado em 08 de dezembro, nenhum dos computadores pôde acessar a internet ou acessar o sistema interno da rede de diversos órgãos. Os técnicos da empresa não apareceram para trabalhar porque seus contratos também terminaram na sexta-feira. Este fato já estava previsto para acontecer, no entanto, não houve planejamento por parte das diretorias dos vários órgãos e o que aconteceu foi que em diversos setores, os cidadãos chegavam para serem atendidos mas tinham que voltar sem previsão de quando o sistema voltaria a funcionar.

Na Unidade do Na Hora Rodoviária houve um princípio de tumulto já que muitos usuários dos serviços, não conseguindo resolver seus problemas, aproveitaram-se do fato de algumas redes de TV estarem filmando no local para desabafarem em frente às câmeras. O órgão mais afetado foi o posto de atendimento do INSS (uma parceria deste órgão com o GDF), que absorve uma enorme demanda diária em serviços que vão desde marcações de perícias médicas à emissão de extratos de pagamentos à beneficiários. Também não funcionaram o Detran, Procom, CAESB, CEB e demais órgãos que compõem a rede do Governo local.

Aos servidores do GDF restou apenas esperar o tempo passar já que até os telefones não funcionaram em alguns locais. Como a CODEPLAN é responsável também pela infra-estrutura geral como mobiliário, aparelhos de fax, PABX e outros, aparentemente o que se sabe é que está se tentando uma contratação temporária para manter os serviços até o final do ano quando assume o novo governador.

Postar um comentário

Feed do Substantivu Commune

Siga-nos por E-mail