"Se não estás prevenido ante os meios de comunicação, te farão amar o opressor e odiar o oprimido" Malcom X

sábado, 17 de janeiro de 2009

Médico palestino chora a morte das filhas na TV israelense




Telejornal israelense é interrompido por um homem ao telefone. É o médico palestino Izaldin Abu Al Yesh, conhecido dos israelenses por aparecer muitas vezes nos noticiários de TV, comentando acontecimentos da Faixa de Gaza, com uma postura de quem sempre apostou no diálogo e na convivência entre palestinos e israelenses.

Dessa vez Izaldin Abu Al Yesh está desesperado, chorando, porque um ataque israelense matou três de suas filhas. Ao vivo, ele mostrou sua dor aos israelenses, que você pode testemunhar um pouco no vídeo acima (com legendas em espanhol).

Segundo o Clarin, o entrevistador do telejornal, Shlomi Eldar, é muito amigo do médico e nota-se claramente seu constrangimento diante do desespero do amigo. Seu apelo na TV foi atendido e ambulâncias foram enviadas ao prédio, onde estava a família de Izaldin Abu Al Yesh. Mortos e feridos da família foram levados para hospitais de Israel.

O médico ainda se mostrou indignado com a versão da força israelense de que apenas respondeu a tiros que vinham do prédio. Essa é a desculpa de sempre de Israel, cuja estratégia de ataque foi defendida pelo ainda (até quando?) Prêmio Nobel da Paz e presidente de Israel, Shimon Peres.

Postar um comentário

Feed do Substantivu Commune

Siga-nos por E-mail