"Se não estás prevenido ante os meios de comunicação, te farão amar o opressor e odiar o oprimido" Malcom X

terça-feira, 27 de outubro de 2009

Bando de sem noção!

Eu vou postar aqui (num update posterior porque esqueci minha câmera hoje), uma vaga para deficientes que fica em frente ao Café com Letras, local onde também trabalho. Sempre fotografo uns flagrantes por ali.

É impressionante a falta de consideração das pessoas em ver que a vaga com a logo específica para deficientes, é maior porque as pessoas que precisam de acessibilidade também precisam de espaço para se locomoverem. Ou seja, no inferno que está Brasília com a falta de estacionamentos, não só é comum ver carros de pessoas que não precisam, ocupando essa única vaga que existe ali, como sempre tem gente que aperta a mesma no cantinho, deixando apenas um espaço à esquerda, próximo à calçada, que de nada adianta se, por exemplo, a pessoa quiser sair com uma cadeira de rodas.

Puxa vida, fico indignada!! Bando de manés! Se vc não possui deficiência alguma, não vai se importar de caminhar um pouco parando seu carro mais à frente (ou mesmo dentro das quadras). Não bastam as filas duplas, a falta de educação no trânsito... E ainda tem gente que responde com o famoso: "é só um minutinho". Só que para essas, tem todas as outras opções de vagas no estacionamento. Para quem tem deficiência, só existe aquela. Aliás, o mesmo vale para banheiros públicos. Tá apertado? Espere pelas outras portas porque se chegar algum cadeirante, pode apostar, ele vai estar muito mais "apertado" que você.

Acho que amanhã posto aqui mesmo nesse post as fotos. Sinceramente? Fico com vergonha por quem faz isso quando vejo essas coisas.

Recomendo a leitura abaixo para quem não sabe do que estou falando:

Matéria do Jornal da Tarde com Mara Gabrilli, vereadora em SP.

Postar um comentário

Feed do Substantivu Commune

Siga-nos por E-mail