"Se não estás prevenido ante os meios de comunicação, te farão amar o opressor e odiar o oprimido" Malcom X

sexta-feira, 20 de novembro de 2009

Open your mind - Ahmadnejad em Brasília

UPDATE DO POST: Tinha comentado que considerava um gol de placa da assessoria do IESB essa visita dele na faculdade. No entanto, ela infelizmente não aconteceu e, depois de fazer as pessoas esperarem por mais de três horas, a assessoria dele cancelou o evento alegando problemas de agenda.

Na verdade, pra quem esteve lá, foi fácil observar a quantidade de agentes de segurança iranianos circulando pelo auditório (completamente lotado) e fiscalizando (e fotografando) pessoas, janelas, equipamentos de imprensa espalhados pelo lugar e com certeza, na minha opinião, foi isso que invibializou o evento. O local estava muito cheio, com pessoas em pé obstruindo os corredores, quando vi isso já comecei a desconfiar que poderia não rolar. Nesse ponto, a organização do evento falhou porque sendo quem é, deveriam ter limitado mesmo (como disseram que fariam no credenciamento) as inscrições.

A imprensa credenciada, não podia (à pedido deles), entrevistá-lo, aliás, nem mesmo chegar perto da antesala onde ele ficaria com sua comitiva. No máximo, nos entregaram formulários em que escreveríamos uma única pergunta que seria "sorteada" entre todas as outras e, depois da palestra, ele se limitaria a responder, no máximo, cinco delas. Era esse o acordo. Para isso esperamos. Pena que ele não apareceu, é sabido que ele gosta de conversar com universitários e não se furta também em conversar com a imprensa (ainda que esta esteja sempre "enxertando" palavras em suas declarações).

De qualquer forma, as pessoas não ficaram "enfurecidas" como disseram alguns jornais. Aliás, o Correio Braziliense mentiu descaradamente dizendo que os alunos gritavam "ô ditador, cadê você.."... não sei em que momento esse repórter ouviu isso, eu estava lá e fiquei até o final. Não houve nada, nem mesmo quando o Embaixador do Irã subiu para justitficar a ausência do presidente. As pessoas se limitaram a aplaudir e se puseram a sair da sala aos poucos, à medida em que ele e a diretora da faculdade falavam. Claro que frustradas, mas não houve reações maiores.

Fica pra uma outra vez.

Bom, o embaixador convidou os alunos a conhecerem as universidade do Irã. Vou começar a pesquisar na internet pra ver se acho uma pós para fazer por lá. =)






Postar um comentário

Feed do Substantivu Commune

Siga-nos por E-mail