"Se não estás prevenido ante os meios de comunicação, te farão amar o opressor e odiar o oprimido" Malcom X

sexta-feira, 9 de abril de 2010

Poesia para o final de semana

Recomendo as crônicas do poeta Fabrício Carpinejar,

No link  http://carpinejar.blogspot.com/, dentre os últimos textos que ele escreveu, tem:

http://carpinejar.blogspot.com/2010/04/despretensiosa-blusa-azul.html  um olhar do homem sobre as mulheres (sou 0% consumista, ao contrário de grande parte das mulheres, mas as subjetividades escondidas no texto vão além disso, aliás, entender de mulheres é característica do bom poeta),

outro: http://carpinejar.blogspot.com/2010/04/propaganda-do-amor-ou-amor-de.html nesse, ele faz uma definição do que é o amor. O texto é adorável e chama a atenção! Tem medida p/tudo, até p/saber amar,

em http://carpinejar.blogspot.com/2010/03/cuidado-com-as-minhas-cuecas.html ele faz um relato muito engraçado que é quase um pedido de desculpas pelos homens,

Nesse último: http://carpinejar.blogspot.com/2010/03/vicente-e-mariana.html ele fala dos filhos, é de emocionar.

Tem muito mais coisas do Carpinejar nesse blog e em outros links que vc encontra por aí. As poesias dele também merecem muito ser lidas. Aliás, ele também tem alguns livros publicados. 

Prestem atenção nesse poeta!

Fabrício Carpinejar, 35 anos, jornalista, poeta e professor, é autor de "Meu Filho, minha Filha" (2007) e "O Amor Esquece de Começar" (2006), entre onze livros publicados.

Postar um comentário

Feed do Substantivu Commune

Siga-nos por E-mail