"Se não estás prevenido ante os meios de comunicação, te farão amar o opressor e odiar o oprimido" Malcom X

segunda-feira, 29 de novembro de 2010

Do Wikileaks

“O governo brasileiro é um parceiro de cooperação no combate ao terrorismo e em atividades relacionados com o terrorismo no Brasil (...). No entanto, os mais altos níveis do governo brasileiro, particularmente o Ministério das Relações Exteriores, são extremamente sensíveis a quaisquer créditos públicos de que os terroristas têm presença no Brasil - seja para arrecadar fundos, organizar a logística, ou mesmo trânsito no país brasileiro (...). Essa sensibilidade resulta, em parte, do medo do país de estigmatizar a comunidade muçulmana(estimada por algumas fontes em mais de um milhão) ou prejudicar a imagem do território como um destino turístico. É também uma postura pública destinada a evitar estar ligado ao que é visto como a guerra excessivamente agressiva dos EUA contra o terrorismo (...)." 
O texto é de uma carta sigilosa da embaixada dos EUA no Brasil, datada de 8 de janeiro de 2008. 
Acesse aqui para ler o texto completo (em inglês).

Postar um comentário

Feed do Substantivu Commune

Siga-nos por E-mail