"Se não estás prevenido ante os meios de comunicação, te farão amar o opressor e odiar o oprimido" Malcom X

quinta-feira, 7 de julho de 2011

África

Os conflitos que ocorrem na África de hoje se desencadeiam em inúmeros propósitos, dentre eles, o de permitir que a África Subsaariana não consiga jamais se livrar de sua situação absolutamente desesperadora. 

A região é a única no mundo onde o número de pessoas vivendo sob extrema pobreza, com menos de US$ 1 ao dia, quase que dobrou entre o início dos anos 80 e o ano 2000.

São 47 países, dentre eles a Uganda, a Etiópia e o Quênia, próximos ao "chifre" do continente, e que agora são alvos de conflitos tão intensos que estão provocando uma das maiores migrações em massa, sem que o mundo perceba. Mesmo com nossa imensa integração produzida pela rede mundial de computadores. As pessoas parecem não se importar. A mídia não acha que isso é notícia. 

E onde está o Nobel da Paz, negro, do país mais poderoso do mundo que, ao invés de promover a guerra deveria estar colaborando para uma solução definitiva para isto?

A foto abaixo, é de 1980, um missionário segura a mão de uma criança faminta de Uganda. O inacreditável é a atualidade da foto, é que até agora sejamos testemunhas dessa mesma tragédia. E que a maioria pense que não pode fazer nada e durma tranquilamente com isso.



Postar um comentário

Feed do Substantivu Commune

Siga-nos por E-mail