"Se não estás prevenido ante os meios de comunicação, te farão amar o opressor e odiar o oprimido" Malcom X

quinta-feira, 3 de novembro de 2011

Líbia - Testemunho de uma jornalista russa (video removido do youtube)


O vídeo abaixo - insistentemente deletado do youtube - foi feito pela organização "Stop the War". Um depoimento comovente da jornalista russa Lizzie, uma profissional que não aceita se vender a esse novo padrão imposto pelos grandes meios de comunicação. Da mentira, da ausência de apuração, do silêncio conivente ao massacre. Em visita ao Brasil, o venezuelano Jesse Chacón (na UnB) foi direto ao ponto: a imprensa deixou de ser o fiscalizador do poder para se postar definitivamente como um poder.

Lizzie, pesquisem, foi capturada por grupos rebeldes junto com seu companheiro de reportagem, o Dan, depois libertados. Na época, TODOS os meios noticiaram que eles tinham sido presos por forças de Gaddafi.
Creio que o vídeo abaixo esclarece muitas coisas (eu costumo dizer que se o que dizem as TV´s ao redor do mundo sobre a Líbia é verdade, então todas pessoas que conheço, entre líbios, brasileiros, venezuelanos, britânicos, russos, chilenos e outros, que já foram à Líbia várias vezes, ou mesmo viveram lá, mentiram para mim, de forma coordenada por muitos anos).

Lúcida, ela também fala do papel nefasto da Al-Jazeera, representante da oligarquia colonizada do
Qatar, onde há a maior base militar dos EUA no Oriente Médio, e de onde partirão as estruturas para montagem da nova base militar dos EUA na África: a Líbia.

Novamente, parabéns aos analistas de sofá, à esquerda européia, ao silêncio da sociedade civil ao redor do mundo. Como Brecht nos lembra, eles apenas levaram nosso vizinho, rezemos para que não cheguem a nós.

Postar um comentário

Feed do Substantivu Commune

Siga-nos por E-mail