"Se não estás prevenido ante os meios de comunicação, te farão amar o opressor e odiar o oprimido" Malcom X

segunda-feira, 16 de abril de 2007

DE OBRAS E ESTRELAS

Por Juliana de Souza

A semana que termina em 15 de abril ficou marcada por uma ofensiva do governo Arruda. De um lado, no sábado, começou-se a divulgar um “pacote de obras”. A idéia óbvia é demonstrar que a economia feita nos primeiros meses de governo começa a dar frutos além é claro, de reafirmar a maior vocação política do atual governador que já foi secretário de obras do Governo Roriz e é engenheiro por formação. Por outro lado, uma possível intenção talvez seja também desviar o foco da investigação aberta pelo Ministério Público sobre a contratação de 6.000 cargos comissionados para as administrações regionais conforme noticiado pelo DFTV 2a. edição no último dia 09 de abril.

De outro, a notícia da constituição de um “Conselho de notáveis”, grandes personagens e personalidades – em sua maioria intelectuais – que irá funcionar como um Conselho Consultivo” junto ao governador. A semelhança com o CDES – Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social criado por Lula é óbvia. A noticia sobre esse Conselho saiu no Jornal de Brasília (JBr) de sábado 14 de abril.

As obras anunciadas priorizam a construção e reforma de escolas, a saúde e a cultura. Dentre as obras previstas neste último setor, a reforma do Planetário que de fato vinha sendo negligenciado pelos governos anteriores. O anúncio de mais obras é prometido para a próxima semana coincidindo com o aniversário da cidade (21 de abril).

A composição completa do Conselho de Notáveis não é conhecida, mas sabe-se que ele contará com o ex-ministro Pimenta da Veiga, que o presidirá, com o ex-deputado Roberto Freire, presidente nacional do PPS – Partido Popular Socialista, com Jorge Bornhausen (ex-presidente do DEM – ex-PFL), o ex-Presidente da OAB, Reginaldo de Castro, além de Henrique Brandão Cavalcanti, Eliezer Batista, Raphael de Almeida Magalhães e outros. A participação nesse Conselho é não remunerada.

A presença de Roberto Freire, mesmo que não seja essa a intenção, pode ter o efeito de acalmar o PPS de Brasília, aliado de primeira hora de Arruda e partido que compõe o governo, mas que vinha dando sinais de insatisfação crescente por sua diminuta participação em postos relevantes no governo e em decisões importantes. A presença de Bornhausen também tem significado político, pois foi o ex-presidente do ex-PFL que articulou e avalizou o acordo entre Arruda e seu vice Paulo Otávio (em especial quando este último dividia com Arruda a intenção de ser o candidato ao governo). Sua presença pode contribuir para dar alguma estabilidade a mais na base de sustentação do governo e para arrumá-lo internamente.

Ainda não estão claras as funções do Conselho e por isso é difícil calcular que papel pode efetivamente cumprir, mas ao menos, seus componentes podem se despreocupar. O Planetário será reformado, portanto, a estrelas terão um lugar para abrigá-las. Não existe lugar mais conveniente para acomodar estrelas do que um Planetário.


Juliana de Souza é estudante de Comunicação Social residente em Brasília-DF.
Publicado em www.votebrasil.com.br

Postar um comentário

Feed do Substantivu Commune

Siga-nos por E-mail