"Se não estás prevenido ante os meios de comunicação, te farão amar o opressor e odiar o oprimido" Malcom X

sábado, 22 de novembro de 2008

Curta Geni - destaque na Mostra Brasília

Da Secretaria de Cultura/DF
Em tempos de Festival de Brasília do Cinema Brasileiro, as salas do Teatro Nacional Claudio Santoro também se rendem à Sétima Arte com a exibição de filmes e documentários da Mostra Brasília.
Um dos destaques é o curta-metragem de ficção brasiliense ‘Geni’ (14 minutos) de Marco Alencar, que será exibido hoje, 22, a partir das 14h30, na Sala Martins Pena e às 20h, na Praça do Centro Cultural Itapoã, no Gama.
O curta é resultado do Trabalho Final de Conclusão de Curso Superior de Tecnologia em Produção Audiovisual realizado na Faculdade Unicesp pelo diretor. “Como parte das atividades previstas na disciplina Roteiro, eu e meus colegas de turma tivemos que elaborar um roteiro adaptado a partir da música ‘Geni e o Zepelin’, de Chico Buarque de Holanda”, explicou Marco. Posteriormente, o roteiro transformou-se num projeto maior finalizado em julho deste ano.
Na livre adaptação, o travesti ‘Geni’ é discriminado e subjugado pelo povo da vila onde mora. Porém, por forças das circunstâncias, é chamado a salvar a vida de seu maior desafeto. “É uma história de discriminação e de impacto contra a hipocrisia”, elogiou o sociólogo e militante cultural, Carlos Augusto (Cacá).
A personagem ‘Geni’ ganhou vida com a interpretação do ator Ricardo César, o restante do elenco é formado por amigos e a equipe técnica por universitários do curso. A gravação foi realizada durante três dias, em Olhos D’Água, sem nenhum tipo de investimento financeiro, apenas com a coragem e a disposição de um grupo formado por amigos.
“Só de ter sido selecionado para o Festival de Brasília, o curta já superou todas as minhas expectativas e a abertura para as produções em vídeo digital evidencia uma nova fase no festival: a democratização para produções que antes não tinham oportunidade de participar”, concluiu Marco.
O curta ‘Geni’ já foi exibido na 16ª edição do Festival de Cinema e Vídeo da Diversidade Sexual, em novembro deste ano, em São Paulo. Agora é a vez do público brasiliense prestigiar essa produção local.

Postar um comentário

Feed do Substantivu Commune

Siga-nos por E-mail