"Se não estás prevenido ante os meios de comunicação, te farão amar o opressor e odiar o oprimido" Malcom X

quarta-feira, 7 de janeiro de 2009

O apoio dos fundadores do Estado de Israel ao Holocausto de judeus

O tenebroso Holocausto de judeus na Europa na década de 40 jamais foi combatido pelo movimento sionista (fundador do Estado de Israel).

Ao contrário, o movimento sionista colaborou (inclusive financeiramente) com a Alemanha nazista em diversos momentos, e chegou a fazer acordos com os nazistas na Hungria para que o Holocausto fosse levado adiante, com a liberação de apenas uma "elite" de alguns poucos judeus "jovens, saudáveis e inteligentes" dispostos a ir participar da invasão da Palestina, enquanto o restante poderia perecer nas câmeras de gás. O sionistas tinham interesse no Holocausto, pois servia para afugentar os judeus da Europa, em direção ao Oriente Médio, para participarem da invasão da Palestina e do consequente massacre terrorista contra os habitantes daquela terra, os árabes palestinos. Essas afirmações, que podem chocar algumas pessoas pelo seu "ineditismo", são baseadas em verdades históricas puras e simples, ignoradas durante décadas pela grande mídia.

Não se trata de "revisionismo" (o porco movimento neonazista que afirma que o "Holocausto não existiu"), pelo contrário, trata-se do reconhecimento de que o Holocausto nazista de judeus existiu, foi um enorme crime contra a humanidade, e que foi apoiado pelo movimento sionista (fundador de Israel). Não são afirmações vazias e sem prova, e sim fruto de uma pesquisa histórica séria de vários autores, muitos deles JUDEUS, baseados em diversas fontes que incluem até mesmo autos de processos judiciais que correram em tribunais do próprio Estado de Israel. Um dos historiadores JUDEUS que escreveu sobre o tema da colaboração entre sionistas e nazistas foi Ralph Schoenman, autor do livro "A História Oculta do Sionismo" (The Hidden History of Zionism), datado de 1988. Neste livro, onde Schoenman analisa de um ponto de vista científico as origens do movimento sionista, e denuncia seus crimes contra os palestinos e contra os próprios judeus, existe um capítulo inteiro dedicado à análise da colaboração entre movimento sionista e Alemanha nazista, e da cumplicidade sionista no Holocausto. O capítulo, de número 6, tem o título "O sionismo e os judeus" (Zionism and the Jews), e pode ser lido integralmente, em inglês, neste link: http://www.marxists.de/middleast/schoenman/ch06.htm

Quem quiser baixar o livro completo traduzido para a língua espanhola, pode utilizar este link: http://www.marxismo.org/files/Historia%20oculta%20del%20sionismo.pdf

Cabe lembrar que o livro "A História Oculta do Sionismo" foi publicado no Brasil recentemente (agora no ano de 2008), em sua primeira edição em língua portuguesa, pela Editora Sundermann.

Postar um comentário

Feed do Substantivu Commune

Siga-nos por E-mail